Um pouco sobre mim

Minha foto

Tendo exercido atividades nas áreas de Administração de Bens, jornalismo, marketing, agricultura e mineração. Atualmente se dedica a produção de livros, tendo traduzido para o idioma português as obras: "Os Deuses Atômicos", "O Irmão Branco", "Fraternidade" e "AUM". É de sua autoria "O Livro da Lei para o Povo Suplicante". Pratica Astrologia Esotérica, ocultismo e exerce atividades como: escritor, palestrante e atividades sociais.

Idiomas

English French German Spain Italian Dutch Russian Hindi Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Um pouco sobre o Blog ...

Este Blog abrange todo o nosso aprendizado nestes 54 anos de estudos onde percorremos as escolas compreendidas pelo espiritismo, cristianismo, teosofia, budismo, zen-budismo, hinduísmo, rosa-crucianismo e gnose, não descurando da astrologia, astronomia e todas as ciências físicas com suas derivações.

domingo, 30 de novembro de 2014

AOS ESTUDANTES QUE BUSCAM PARA CONHECER A VERDADE

Aos estudantes que buscam para conhecer a verdade:
Considerando certas disposições e o posicionamento de alguns irmãos que nem sempre vão a fundo na busca de valores para sua superação e aceitam instruções que, muitas vezes, partem de instrutores que não são consagrados pelas verdades que pregam e, apenas para estudo e comprovação da necessidade de se tomar o maior cuidado na Senda Iniciática, onde não existe atalhos e o caminho nos obriga a renovação de caráter antes de buscar poderes que somente os possuem aqueles que não precisam utilizá-los, porque eles mesmos se tornam estes poderes por causa  da humildade que orna seus caracteres e, também sem querer polemizar com os adeptos desta ou daquela filosofia resolvi, á titulo de serviço prestado, passar adiante o que está no arquivo anexo, que pode orientar alguns e, espero, comprovar a alguns outros que a verdade é mais importante do que a fascinação. Já aprendi que o “Faz o que tu queres” é um direito inalienável da personalidade em evolução. Com o arquivo anexo estou propondo apenas que se tome conhecimento de um adepto da gnose que, dentro de suas razões pessoais (verifiquei todas e posso afirmar que estão consubstanciadas nas obras que estão citadas!) abandonou a “fascinação mental” direcionada a seu líder e começou a pesquisar a verdade por si mesmo, como todos deveriam fazer, pois, enquanto não desenvolvermos certas características do que denominamos “mente” em nós mesmos, sempre seremos cativos (escravos mesmo!) das proposições das “mentes” dos outros. Acresce que o Avatar da Nova Era (Era de Aquário), de acordo com informações insuspeitas provinda da G.F.B. seria o Conde de Saint Germain, que vem trabalhando há centenas de anos para a melhoria de nossa humanidade, com presença física em várias lojas verdadeiramente Maçônicas na Europa, em épocas diferenciadas, muitas vezes por dezenas de anos, mas sempre se apresentando- com a mesma aparência física, sem denotar envelhecimento (http://pt.wikipedia.org/wiki/Conde_de_St._Germain). Acresce que os verdadeiros instrutores (Mestres da G.F.B.) para a Era de Aquário trabalham veladamente e hoje existem dezenas deles utilizando corpos físicos sem que possamos identificá-los, porque estes seres jamais chamam a atenção para si mesmos e pautam suas atitudes pelo respeito as Leis Universais (entre elas o respeito ao livre arbítrio humano e os ensinamentos existentes há milhares de anos através dos símbolos e instruções nos livros religiosos e, para o Ocidente, sintetizados há centenas (alguns, milhares) de anos nos livros denominados Bíblia, Evangelhos (embora mutilados, ainda ficou o principal, sendo que o que foi modificado é facilmente accessível através da intuição!), Alcorão, Bhagavad Gitâ, etc. etc., onde as mensagens para a Era de Aquário já estavam enunciadas).  O Anexo não é de minha lavra; apenas o traduzi e verifiquei a veracidade da argumentação do autor e como ele pode ser útil para muitos, resolvi torná-lo accessível aos que têm a mente aberta, pois todos nós morreremos um dia (passaremos para outros planos de manifestação da vida) e esta fase de nossa existência, além de não dar direito a um retorno com o mesmo corpo para justificar erros e enganos, nos leva, muitas vezes, para estados de sofrimento tenebroso por causa das escolhas que fizemos nesta vida, principalmente aquelas retratadas nos seguintes trechos de Mateus 7:15 e 7:19,20: “Acautelai-vos dos falsos profetas que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos vorazes. Toda árvore que não produzir frutos bons é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis”.
A religião da Nova Era é o conhecimento de si mesmo baseado na instrução de que “O EU SOU É A LUZ DO MUNDO”. O desenvolvimento de nossa percepção interna, nos permitindo reconhecer que cada Ser humano é um Deus em ação afastará nossa vida da dependência de outras mentes e estabelecerá um mundo de fraternidade e cooperação entre todas as criaturas, porque este conhecimento fará com que os “ismos” religiosos percam sua utilidade e desapareçam da face da Terra. A escravidão religiosa atrasa o desenvolvimento espiritual do ser humano. Com a libertação conquistada, as energias da Árvore Qliphótica (não são seres!) não encontrarão mais guarida na vitalidade existente no campo áurico dos seres humanos e, por causa disso, perderão seu poder de proporcionar as ilusões que afastam o Ser Humano da Verdade (Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará! – João 8:32). 
Não se pode deixar de reconhecer o acervo de conhecimentos proporcionados pelas obras trazidas à nossa instrução por Samael Aun Weor, todavia, muitas vezes, sua interpretação pessoal de textos simbólicos de obras clássicas não conseguiu chegar a alcançar o cerne da mensagem ali contida, ficando deformada, demonstrando o perigo de interpretações com entendimento falso daquilo que é básico em ciência espiritual, na qual se fala da importância das energias sexuais na iluminação da consciência humana sem que haja compreensão do véu estendido sobre esse saber, unicamente com a finalidade de afastar os incautos de perigos inimagináveis que a pretendida sabedoria de alguns “Mestres”(?) sobre o assunto se tornasse uma religião que entroniza o sexo como libertador da consciência humana, a ponto de tornar o coito como o único caminho para a ascensão de Kundalinî, quando isso é apenas meia verdade e interpretação errônea das figuras alquímicas, onde a energia solar (Pingalã) e a energia lunar (Idã) são representadas por um homem e uma mulher como opção a uma percepção superior, ou seja, que todo homem e toda mulher possuem a energia de ambos os sexos dentro de si (somos andróginos por natureza – Gen.1:26: Façamos o homem (o ser humano) a nossa imagem e semelhança), inclusive seus aparelhos genitais são caracteristicamente similares, a mulher possuindo até mesmo um pênis atrofiado, que é o seu clitóris) e é somente desenvolvendo a harmonia transcendente dentro de si mesmo, através do conhecimento dos ares internos (os externos são os 5 tattwas) que Kundalinî pode ser despertada. O Tantra iluminador pode ser compreensível no trecho evangélico de Mateus (19:12) no texto: “Porque há eunucos de nascença; há outros que os homens fizeram tais  e há outros que a si mesmo fizeram eunucos por causa do Reino dos Céus. Quem é apto para o admitir, que o admita!. Não é fazendo sexo com uma mulher externa que o trabalho é realizado, mas na união de nossas energias feminina e masculina internas e, para isto, é preciso estar pronto para que o Mestre apareça e oriente os trâmites exigidos.
Aqueles que denominamos desrespeitosamente como “gays” estão mais perto destas verdades do que podemos imaginar e é sempre bom lembrar que Leonardo Da Vinci Rafael, Michelangelo, Isaac Newton e muitos outros que se fizeram notar por suas excepcionais qualidades intrínsecas a essa forma de expressão da vida foram os grandes notáveis da humanidade e continuam despontando como o melhor costureiro, o melhor cozinheiro, o melhor cabeleireiro, etc., etc.
Agora pergunto: Já adquirimos as virtudes que nos permitam passar pelos 7 portais? Sem elas, não vamos criar um rabo denominado por Samael como Kundartiguador, mas a liberação das energias de Kundalinî sem as virtudes preconizadas nos livros sérios sobre o assunto, naturalmente exaltarão todas as energias negativas (bem como as positivas) que ainda possuímos em nossa manifestação pessoal e, aí sim, podemos realmente nos transformar numa besta humana, o que atrasará nossa evolução e provocará grandes sofrimentos quando desencarnarmos. Na obra “A Voz do Silêncio” (Fragmento 1- versic. 69) diz assim: “Há apenas um caminho para a Senda e somente no seu final se pode ouvir a Voz do Silêncio. A escada pela qual ascende o candidato é formado de degraus de sofrimento e dor, que só podem ser aplacados pela Voz da Virtude. Ai de ti, discípulo, se restar um vício que não tenhas deixado para trás”.
Quero deixar claro que considero a obra de Samael muito importante, tendo inclusive me servido de seus livros para estudar muitos assuntos nela abordados, porém, como o autor do anexo deste e-mail, também comecei a pesquisar e pude ver que era preciso tirar o pessoal de sua obra para poder me aproximar mais das verdades que buscava. Não sou um sábio nem mestre de qualquer coisa, porém acho importante que todos devem buscar por si mesmos, pois os atalhos sempre nos fazem retornar ao ponto inicial de nossa caminhada. Se chegarem a compreender que o eu sou das afirmações religiosas deve ser antecedido do artigo definido masculino “O” a fim de que revele a verdade esotérica das religiões atuais, tudo ficará mais claro para o bem de todos, ou seja, “O EU SOU é o amor no coração dos amantes e a sabedoria dos Sábios” e “O EU SOU é a Luz do mundo”. Meu trabalho tem sido tentar ser seu veículo no serviço à humanidade.

Panyatara


Clique aqui para ler o artigo: Porque saí da Gnose 

Ou;

Para baixar o artigo clique na barra lateral do blog “Postagens Publicadas para baixar em PDFcom a opção de baixar em PDF para o seu computador.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário