Um pouco sobre mim

Minha foto

Tendo exercido atividades nas áreas de Administração de Bens, jornalismo, marketing, agricultura e mineração. Atualmente se dedica a produção de livros, tendo traduzido para o idioma português as obras: "Os Deuses Atômicos", "O Irmão Branco", "Fraternidade" e "AUM". É de sua autoria "O Livro da Lei para o Povo Suplicante". Pratica Astrologia Esotérica, ocultismo e exerce atividades como: escritor, palestrante e atividades sociais.

Idiomas

English French German Spain Italian Dutch Russian Hindi Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Um pouco sobre o Blog ...

Este Blog abrange todo o nosso aprendizado nestes 54 anos de estudos onde percorremos as escolas compreendidas pelo espiritismo, cristianismo, teosofia, budismo, zen-budismo, hinduísmo, rosa-crucianismo e gnose, não descurando da astrologia, astronomia e todas as ciências físicas com suas derivações.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

A LIBERDADE

- Liberdade significa a capacidade de agir guiado pela Alma e não compelido por desejos e hábitos pessoais.
- A libertação do homem pode ser definitiva e imediata se ele assim o quiser; não depende de vitórias externas, mas internas. Ao integrar sua consciência na Alma todos os ilusivos defeitos da personalidade são queimados no Fogo do Amor do Ser Interno
- O caminho que leva à libertação é o caminho do serviço ao próximo, ou seja, da ajuda que prestamos ao nosso semelhante.
- O caminho para a felicidade é o caminho da meditação e da sintonia com o Deus de seu coração. Derrube as limitações que sua personalidade (ego) lhe impõe; livre-se do egoísmo; liberte-se da consciência do corpo; esqueça-se de si mesmo; ponha fim a esta cadeia de encarnações; embeba o seu coração em tudo; seja uno com toda a criação.
- “Faz o que tu quiseres é tudo da Lei” não é o verdadeiro caminho da liberdade de ação. Examine até que ponto você é livre para agir contrariando ou de acordo com a Lei e até que ponto está sendo influenciado pelos condicionamentos pessoais e sociais. As Leis que regem o Universo são inexoráveis e o que você plantar terá de colher. O processo da libertação não implica em revolucionar ou contrariar a Lei, mas adequar-se para evoluir de acordo com a mesma.
- Ser bom porque isto lhe apazigua a mente em relação as atitudes pessoais também não é liberdade. Sentir uma tentação também não é pecado, mas ser capaz de resistir e vencer a tentação isto é a força que leva para Liberdade. É liberdade porque você está agindo por livre vontade e livre escolha.
Amor e Luz para todos!


Panyatara

5 comentários:

  1. Salve! Jayr.

    Como sempre muito esclarecedor seu texto. Todavia fiquei com um dúvida, qual significado da expressão "liberdade de ação"? Estava relendo seus comentários do Livro da Lei (pags.: 189-191) ai surgiu essa dúvida.

    Gratidão e Prosperidade.
    Jaudir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Jaudir:
      Demoro muito a responder por causa do meu trabalho em outras áreas, ficando meu Blog, muitas vezes sem a atenção que merece por causa de buscadores como você.
      Quanto à sua pergunta respondo que a única liberdade que existe no Ser humano e que ele pode desfrutar sem qualquer restrição é a liberdade da ação de pensar, que lhe permite viajar em todo o universo, imaginar o que bem pretender, fazer tudo o que deseja no que diz respeito ao seu mundo interno e conquistar um padrão vibratório tal que o mundo externo passa a lhe render tributo, não por causa de qualquer turbulência que possa provocar, mas por causa da PAZ que começa a irradiar de sua personalidade, iluminada com a interação com sua Alma no Templo existente em seu coração. Fora disso, o ser humano externo (a personalidade) sempre terá sua ação limitada, tanto por causa das leis da Natureza como por causa das leis humanas, que cerceiam e cercearão sempre sua liberdade de ação a fim de que seus desejos não interfiram com os desejos de seus semelhantes. No tópico do Livro da Lei para o Povo Suplicante que você gentilmente assinala procurei deixar bem claro este fato, pois quando o homem externo se une ao Ser interno ele deixa deixa de ter desejos no mundo externo porque sua consciência passa a ter vivencias em planos de beleza inimagináveis pela mente humana e ali, somente ali, de posse de sua VONTADE, ELE SE TORNA CRIADOR dentro de seu UNIVERSO REAL E ÚNICO e aí, não existe outra VONTADE DO QUE A DELE. Acredito que Crowley sabia disso, mas Arnold Krumm-Heller, que adaptou alguns tópicos do LIVRO DA LEI para criar os rituais do 1° e 2° da FRA, sabiamente fez acréscimos para torná-los mais inteligíveis e palatáveis a seus discípulos e acrescentou, no FAZE O QUE TU QUERES É TUDO DA LEI, de Crowley o adendo ...porém terás de dar conta de todos os teus atos, esta é a única Lei, criando com isto, pelo medo da vontade distonante das leis criads pela Natureza, um limite a ação do postulante àquilo que se chamava ser SUA VERDADEIRA VONTADE. Este adendo objetivou consertar a frase máxima da Abadia de Thelema, tornando-a, por assim dizer, mais palatável e inteligível ao aos discípulos da FRA, porém encobriu o sentido oculto que a envolvia, embora de forma introduzida por Krumm-Heller é mais consentânea aos princípios que devem nortear o ainda postulante à verdadeira Iniciação, que se consegue somente nos reinos inernos. Malkuth continua nos esperando para isso.
      Um forte abraço
      Panyatara

      Excluir
  2. Jayr! Que bom que seu blog está no ar novamente, estava outro dia procurando mas parece que tinha saído do ar. Fico feliz que segue funcionando. :) Sempre sábio e rico em todos os sentidos. Abraços fraternos! Tati

    ResponderExcluir
  3. Prezado Jaudir:
    Desculpe a demora em responder as questões apresentadas no Blog, mas tenho estado ocupado com o envolvimento em outras tarefas e, às vezes, fico em falta com os amigos , apenas por falta de tempo.
    Respondendo a sua pergunta posso dizer que somente existe liberdade de ação em nosso mundo mental, pois nele podemos ir até os confins do Universo, imaginar e criar o que quisermos sem que ninguém possa nos impedir. Externamente o ser humano é limitado tanto pelas Leis da Natureza como pelas leis sociais que limitam sua vontade ao direito de liberdade (também limitado) de seus semelhantes. O FAZE O QUE TU QUERES É TUDO DA LEI proposto por Crowley é, como procuro deixar claro, o direito do HOMEM REAL, existente no coração humano, e Crowley sabia disso, pois a proposta de vida na Abadia de Thelema objetivava exclusivamente o encontro do Ser externo com o Ser Interno e não, como muitos pensam, práticas mágicas e sexuais para dar vazão a animalidade existente no homem. O depoimento de Jane Wolfe confirma esta nossa afirmação e as atitudes iconoclastas (que ou aquele que ataca crenças estabelecidas ou instituições veneradas ou que é contra qualquer tradição) de Crowley, principalmente no final de sua vida, decorreram do desprezo que acabou sentindo pelas autoridades ignorantes e pelos correlegionários distanciados de seu entendimento maior que acabou frustrando seus esforços e o levaram à derrota desastrosa a que chegou. Por isso amigo, entenda que o FAZE O QUE TU QUERES deve ser dirigido ao SER EXISTENTE EM NOSSO CORAÇÃO e nunca entendido como um direito de ação da personalidade no mundo de ilusão em que vivemos. Esta frase é tem a mesma conotação do trecho do Pai Nosso quando se diz: ...E FAÇA A TUA VONTADE, TANTO NO CÉU COMO NA TERRA. O Ser humano nada pode, a não ser que esteja integrado com a Divindade em seu coração.
    Um forte abraço
    PANYATARA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati querida:
      É bom saber de você. O Blog é a única ferramenta que possuo para comunicar meu aprendizado aos verdadeiros buscadores da Verdade (você é uma!) daí que, só não estou mais presente por exclusiva falta de tempo. Tenho em mente dois trabalhos importantes para postar no Blog: um é "Como desenvolver a intuição" e o outro trata dos 7 verdadeiros portais de iniciação que o buscador sincero deve conhecer para se libertar da ilusão de que fora dele mesmo nada pode conseguir termos de iluminação.
      Aguarde!
      Meu carinho para a amiga querida
      Panyatara

      Excluir